22 maio, 2010

"Jardim de cactos"

Uma das surpresas para quem visita o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, é o jardim de cactos (as estufas estavam fechadas para manutenção), lá podemos admirar cactos nativos e exóticos. Minha amiga Fátima ficou encantada com a beleza e a disposição do jardim.


Estes pareciam árvores gigantes, com o tronco espinhoso, pena eu não
ter anotado o seu nome...

Este rechonchudo aí é o Coroa-de-frade, suas florzinhas minúsculas dão-lhe um toque gracioso...


Aqui um conjunto de diferentes espécies, lembra-nos uma parte da caatinga.


Este todo enrolado parecendo serpentes entrelaçadas, é o Cereus espiral. Seu porte é gigantesco, uma escultura natural criada pelas mãos divinas.
Cactos são fascinantes. Desde o exotismo das plantas, até suas formas variadas e diferentes. Mesmo os espinhos, apesar do ar tão agressivo, conseguem ter a sua beleza!

5 comentários:

Gina disse...

Nas visitas que fiz ao JB, as expressões de encantamento das pessoas são frequentes. Tem como não se deixar envolver pelas plantas e flores?
Quando visitei, essas coroas não estavam com flores.
Gostei de descobrir o nome de algumas. Senti falta de mais placas indicativas, pois sempre faço referência dos nomes populares e científicos no blog.
Um abraço.

Rosan disse...

olá
estes cactos maravilhosos, que eu tanto gosto....este espiral já tentei comprar um mas o preço é bem salgado, ao menos aqui no sul onde tem a venda...
mas é lindissimo.
A Arvore da primeira foto é um PACHIPODIUM GEAYI.
tenho uma planta pequena no meu jarduim ainda con cerca de 20 cm....
mas um dia ela cresce.

adorei tuas fotos.

beijo

Flora Maria disse...

Um Jardim de Deserto é encantador, como, aliás, todos os jardins podem ser.
Nos cursos voluntários de jardinagem que eu já dei para crianças sempre mostrava fotos de jardins desse tipo e elas ficavam surpresas com eles !

Que passeio ótimo você fez.
Beijo

maria disse...

Oi,Zelinha
Adorei poder rever aquele pedacinho do JB tão encantador!!!!
A fotógrafa conseguiu retratar,a beleza que pode existir,como já foi dito,em um deserto...
Revendo essas fotos voltei-me para aquele lindo sábado,que paz....
bjs

Mª Zélia disse...

O que teremos à contar para os nossos netos, serão só boas lembranças. E quanto mais oportunidades tivermos para passear, cantar, brincar e sorrir muuuito...De certo não sermos umas avós chatérrimas... Ainda iremos passear bastante, porque a vida só tem sentido os bons momentos.
Bjs

Pesquisar neste blog